|   | 

Fundo: Fundo Batistina Maria de Sousa Corgozinho

A Trajetória

Batistina Maria de Sousa Corgozinho, filha de Pedro Ferreira de Sousa e Ilka Lacerda de Sousa, nasceu em 24 de março de 1953, em Santo Antônio do Monte, MG. 
Sua trajetória de vida coincide profundamente com sua história como professora e pesquisadora, tendo em vista que os estudos sobre a sociedade, principalmente o Centro-Oeste mineiro, a acompanharam até 2013, ano de seu falecimento. 
Sete anos após a conclusão do Curso Ginasial (Hoje Ensino Médio) pelo Instituto Nossa Senhora do Sagrado Coração, Batistina já conquistava seu diploma de nível superior, se graduando em Ciências Sociais pelo então Instituto Superior de Ensino e Pesquisa – INESP, em 1976, demonstrando seu interesse aos estudos voltados à urbanização e desenvolvimento regional. Concluiu sua especialização em Sociologia pela PUC/MG em 1979. 
Entre suas especializações, destacam-se o Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais, em 1989, quando analisou a experiência de trabalho e resistência do trabalhador ferroviário na primeira metade do séc. XX através da oralidade; Especialização em “Escolhas e Contingências” (Política e Sociedade) pela PUC/MG em 1994; Doutorado em Educação pela UFMG em 1999, quando analisou evidências do processo de modernização ocorrido no Centro-Oeste Mineiro a partir da experiência da cidade de Divinópolis/MG Terminou seu estágio de pós-doutorado no Centro de Memória da UNICAMP em 2012, com o estudo sobre a “Festa de Santa Cruz e Terço Cantado: permanência e mudança”, estudando uma tradicional manifestação da religiosidade popular realizada nas áreas rurais e periferias de cidades dessa região. 

 
 
 
*Participou do Conselho Municipal do Patrimônio Histórico, Artístico e Paisagístico de Divinópolis e da equipe de elaboração de obras comemorativas do centenário de Divinópolis. 
 
*Organizou e elaborou o livro Escritos Bernardinianos, financiado pela Lei de Incentivo Municipal de Divinópolis. 
 
*Compôs o Núcleo de Referência Docente da proposta de Curso de Mestrado Profissional em Desenvolvimento Regional oferecido pela FUNEDI/UEMG. 
 
*Participou, com outros professores, do grupo de estudo em “Educação Sociedade e Memória” numa perspectiva interdisciplinar, investigando temas como a cidade, o campo, meio ambiente, memória e patrimônio. 
 
*Participou do Grupo de Pesquisa cadastrado no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq em Memória e Fotografia do Centro de Memória da UNICAMP (GPMeF). 
 
*Em 2005, com a instituição do Centro de Memória da FUNEDI, foi responsável por funções de gestão acadêmica na condição de coordenadora do setor, que hoje leva seu nome. Na época, o CEMUD Centro de Memória Professora Batistina Maria de Sousa Corgozinho, já executava projetos de pesquisa com a participação de professores e alunos em iniciação científica.  
 
*Coordenava a realização bianual do Seminário de História e Memória do Centro-Oeste Mineiro desde 2006, que resultou em publicações de livros que analisam diferentes aspectos dessa região de Minas Gerais. 

 
O Acervo 
 
A sociedade foi estudada por ela enquanto campo de pesquisa mantendo o esforço em obter uma pluralidade de vozes e referências que caracterizam a riqueza de seu acervo pessoal: um acervo interdisciplinar, que através de várias áreas do conhecimento e das entrevistas feitas por ela, contam um pouco da história da região. Suas obras são uma referência para a análise do desenvolvimento da cidade. 
 
Produções acadêmicas, artigos e revistas científicas embasaram seu pensamento e seu olhar metodológico em suas pesquisas. Mas a diversidade de recortes de temas do cotidiano revelam o cuidado e a proximidade da pesquisadora sobre as questões sociais, uma preocupação em entender a sociedade por vários ângulos. O acervo possui recortes sobre o papel da mulher e as questões femininas. Apresenta também expressões culturais que vão do cinema e da música até a gastronomia e a arquitetura. 
 
As relações de trabalho aparecem em suas obras como algo indissociável ao desenvolvimento e a urbanização. Em seu acervo, os recortes relacionados ao trabalho se apresentam nas lutas dos sindicatos, em níveis de alcance municipal, estadual e nacional. 
De maneira interdisciplinar, Batistina Corgozinho construiu sua trajetória e deixa um legado que proporciona a todos a oportunidade de se conhecerem através da história da região. O CEMUD resguarda esta memória e a disponibiliza com o intuito de fazer com que a cidade se reconheça em sua própria história. A Professora Batistina tem importância acadêmica inquestionável, como também seu compromisso como cidadã. Através de seu olhar é possível entender o Centro-Oeste mineiro em seu passado e presente e preservar a cultura regional para que esta herança não se perca com o constante desenvolvimento. 
 

Lista de Acervos

Em Redes

Acompanhe todas as novidades do projeto em redes através da nossa página no Facebook. Basta curtir abaixo e receber todas nossas publicações.

Últimas fotos Cadastradas

  • Coleção: Fundo Batistina Maria de Sousa Corgozinho

    Gênero: Textual

  • Coleção: Fundo Batistina Maria de Sousa Corgozinho

    Gênero: Textual

  • Coleção: Fundo Batistina Maria de Sousa Corgozinho

    Gênero: Textual

Fotos Mais Acessadas